Sobre o “Então não é.”

O nome do blog é inspirado em uma expressão pertencente à cultura corporativa de uma empresa e que vem sendo perpetuada por gerações.

Basicamente significa que tudo que foi dito anteriormente, até seu uso, não possui a menor relevância ou mesmo veracidade. Muitas vezes sua substituição por um simples “não sei” poderia economizar recursos.

Exemplo de uso:

Analista01: “Como as aplicações consultam o banco de dados?”

Analista02: “Nós possuimos load balancers que encaminham todas as consultas de apenas leitura para bancos slaves replicados em cada site para que o banco master receba apenas as escritas.”

(20 minutos depois…)

Analista01:”Cara, to vendo aqui que as aplicações não apontam pro ip do load balance não, estão todas apontando diretamente pro ip do banco master…”

Analista02:”Então não é.”